LANDER SAX

Lander Sax

Nós da Weblogy  preparamos um pequeno relato sobre a trajetória do Prof. Lander até aqui. Assim você que também admira essa figura, pode conhecer um pouquinho da sua história. Bom vamos lá então.

O Prof. Lander nasceu em Arapongas interior do Estado do Paraná. Filho de músico, cresceu brincando em meio aos instrumentos da Orquestra a que seu Pai pertencia.

Por influência direta do Pai, iniciou seus estudos no saxofone aos nove anos de idade em um pequeno conservatório municipal de sua cidade. Após um ano o conservatório ficou pequeno para o garoto saxofonista.

A paixão era forte e violenta. Rapidamente o menino pequeno e franzino ocupava os bancos da Igreja  somando aos instrumentos da família das madeiras.

Dois anos mais tarde, participava de apresentações como Sarais e festivais de música de sua Cidade e região. Com o passar dos anos, o garoto cresceu, e as fronteiras com o Saxofone também, o garoto já não era mais garoto, e o já Prof. Lander fazia sua primeira viagem a Europa como músico, onde pode fazer os famosos "Summer course" em escolas como a Musik Akademie Basel, Londres.

Devido ao respeito aos membros da Igreja a que pertencia, recusava muitos trabalhos de música para evitar conflitos e desabores que poderiam acontecer em decorrência ao local onde as atividades de música seriam exercidas.

Assim, precisou seguir outros rumos.

Estudou Direito na Faculdade Toledo em Presidente Prudente, cidade na qual trabalhou por alguns Anos como Advogado inscrito na Ordem dos Advogados do Estado de São Paulo.

Mais tarde cursou um Mestrado na Suíça, onde também estudou Teologia pela Faculdade IGW em Zurique na Suíça.

Hoje o Prof. Lander trabalha como Advogado, e Interprete do Caritas em Luzern Suíça, e como Pastor na Igreja "Frei Evangelishce Gemeinde" em Stans, Suíça, onde é responsável por toda a área de Música desta Igreja.

Prof. Lander é  Mestrando em Teologia pela Facudade IGW em Berna na Suíça.

Dentre todas essas Atividades, o Prof. Lander dedica parte do seu tempo, para acompanhar Alunos por meio de seu WebSite, aplicando a mesma metodologia com que trabalhou com seus alunos de SAXOFONE em conservatórios de Presidente Prudente entre os anos de 1993 a 2001. 

Ao conversarmos com ele, percebemos que lecionar, transmitir conhecimento é realmente a maior Paixão desse Professor.

 

Como surgiu esse Site.

Um dia o Professor, participando do fórum Explicasax, queria responder uma pergunta de um aluno, mas que seria complicada se respondida por meio de texto.

Assim, segundo ele, surgiu o primeiro vídeo e nunca mais parou.

Pronto, era o início de um trabalho que tomaria proporções incríveis. Devido a clareza das explicações, alunos de todo o Brasil, e muitas partes do mundo, são beneficiados com as lições preparadas para esse maravilhoso Instrumento.

 

Prof. Lander é casado com Daniela e possui dois filhos Natan e Elias. 

 

Weblogy perguntou: 

_ Como funciona esse lance de ensinar? Nesse tempo que passamos a acompanhar seu trabalho mais de perto, vimos muitas mensagens na net em que "alunos", dizem que você é um bom Professor. Já vimos o Senhor tocando Saxofone e é maravilhoso, mas sabemos que você é um bom saxofonista e isso já não é suficientepara ser um Bom Professor? 

Prof. Lander:

“_Eu gosto de ensinar acho que isso faz toda a diferença.

O sujeito pode ter muita técnica e conhecimento, mas isso não faz dele um bom Professor.

Muitos não conseguem transmitir o conhecimento de forma compreensível. Não é culpa deles, muitos até tentam de verdade.

Às vezes estão num nível tão alto que não conseguem mais falar a mesma língua de um novato, de um neófito.

Um Professor precisa ter a Arte de ensinar. E Arte de ensinar para mim, é um Dom.

Um favor imerecido de Deus. Fico feliz quando recebo E-Mails de desconhecidos em que comentam nunca terem entendido alguma parte do estudo do Saxofone até terem tido a oportunidade de estudar comigo, agradecem a Clareza e Objetividade.

Não sou O Professor que deseja se aparecer a ensinar. Eu não monopolizo conhecimento. Eu simplesmente ensino.

E ensino tudo, sem restrições. Não tenho medo de perder meu lugar para o aluno.

Aliás, não é o conhecimento que faz um Músico brilhante.

O que faz um músico brilhante, é a atitude deste em relação ao conhecimento que recebe.

O aluno que estuda, que dedica-se com afinco no Estudo diário, certamente será brilhante.

 Caso contrário, o conhecimento não gerará fruto e poderá ancorar nas águas da mediocridade.

Mas se desejar estudar de verdade, pode contar comigo, pois estou aqui para ensinar, e por isso gosto de ser chamado de Prof. lander."

___________________________________________

Equipamentos que o Prof. Lander usa com mais frequência em seus Vídeos:

Correia: Dave Guardala - você encontra nessa Loja aqui - http://saxshop.com.br/a/xxqe

Saxofone Alto: Selmer Super Action 80 II (francês) / Reference 54 (Francês) / Mark VI Silver (Francês) 100.XXX

Boquilha Ivan Meyer 7* (2,45mm) - Abraçadeira (ligatur) Rovner Versa Couro

Palheta: Fibracell 1.5; Legere Studio Cut 2, Fiberreed Hemp S, Fiberreed Carbon Classic "s" e Rigotti 2L.

Boquilha Meyer 5M Vintage (1974) - Abraçadeira (ligatur) François Louis Ultimate Ligature

Palhetas, todas.

    Saxofone Soprano: Eagle (Chinês)

    Boquilha Ivan Meyer 7 (2,40mm) - Abraçadeira  (ligatur) Rovner Couro

    Palheta: Légère 2.5

 

Saxofone Tenor: Julius Keilwerht II (Alemão) / Selmer S.A. I (Francês)

Boquilha Ivan Meyer 9 (3,20mm) / Abraçadeira (ligatur) Ivan Meyer

 

Boquilha Berg Larsen Hard Rubber 110 / Abraçadeira (ligatur) Winslow

Boquilha Otto Link 4 **** Vintage Anos - 30-40

Boquilha Vandoren T9; Abraçadeira Vandoren Optimum

 Palheta: Rigotti 3 Medium

Programas de Edição:

Adobe Premiere Pro (video), Adobe Premiere Elements 10 (Video).

Music Maker Premium 2016 (para playbacks e Samples em Geral).

Finale / Sibelius 7.5 - Editores de Partituras.

 

___________________________________________

Weblogy perguntou:

_ "Quais os Saxofonistas e músicos que te influenciaram no Saxofone?"

Prof. Lander:

_ "Tudo começou muito cedo. Nasci numa comunidade muito pobre no Paraná. E por isso, não tinha contato com Discos etc. Minha influência eram músicos da minha cidade. Se eu citar aqui as minhas fontes iniciais muitos podem até rir.
Mas os Saxofonistas e músicos que me influenciaram e me ajudaram a construir minha bagagem musical até aqui, são os seguintes:

Wesley filho do Zé Gomes Padeiro (1988), Rubens cabeleireiro (1989), Ivanildo Sax de ouro (1989), Leo Gandelman (1989), Kenny G (1990).

Em 1991 percebi que os limites eram muito maiores e que existiam uma gama de músicos que eu precisaria ouvir se quisesse melhorar, foi assim que Graças a Deus, rompi com meu "mundinho". Assim comecei a ouvir:

Ernie Watts , Everette Harp, Eric Marienthal, Dave Koz, David Sanborn, Michael Brecker, Zé Canuto, Proveta, Vinícius Dorin, Nelson Rangell, Gerald Albright, Jay Beckenstein, Grover Washington Jr., Hans Zimmer, Jerry Bergonzi, David Liebman, Dexter Gordon, Charlie Parker,  John Coltrane, Sonny Stitt, Bill Evans, Cole Porter, Coleman Hakwins, Curtis Amy, Pepper Adams, Bob Minzter, Bob Berg, Joey Berley, Art Porter, Michael Lington, Brandon Fields, Sadao Watanabe, Stan Getz, Boney James, Kirk Whalum, Néstor Torres, Ripingtons, George Benson, Earl Klugh, Frank Gambale, Joe Lovano, Joshua Redman, Kenny Garrett, Lee Ritenour, Larry Carlton, Kim Waters, Jeff Kashiwa, Marc Russo, Chris Potter, Chat Baker, Richard Elliot, Najje, Ed Calle, Antonio Carlos Jobim, Bob James, Fourplay, Chick Corea,  Steve Lukather, Stevie Ray Vaughan, Michael Bubble, Dionne Warwick, Will Downing, Phil Perry, Earth Wind and Fire, Bela Fleck, Jeff Coffin, Ivan Meyer, Jeff Nathanson, Branford Marsalis, Eros Ramazotti, Simply Red, Spyro Gyra, Richard Bona, Bobby McFerrin,  Norman Brown, Rich Brown, Barry White,  Jazz Periode, Al Mclean e continuo ouvindo e procurando ... e você meu Aluno, o que tem ouvido?

Nunca se esqueça disso: _ Você é aquilo que ouve e estuda."

 

 

© 2014 Lander Sax. Todos os direitos reservados. Professor Lander