BLOG

QUE SAX COMPRAR? ALTO OU TENOR? MELHOR CUSTO BENEFÍCIO?

 

BEM VINDO AO BLOG - LEIA TUDO!

MUITO CONHECIMENTO E CULTURA MUSICAL PARA VOCÊ!

 

Qual Saxofone devo comprar para começar os Estudos?

Existem Saxofones muito caros. Pela beleza e forma de acabamento, tradição, qualidade do material, mecânica e outros fatores.

Alguns Saxofones custam acima de 20 mil reais. Os Mark VI e Reference 54 são exemplos Disso.

      

Mas para se iniciar os estudos, você não precisa comprar um sax tão caro.
E mesmo que você tenha dinheiro para ter um Saxofone caro como os citados, eu não aconselho.
Não se o tema for "começar".


Isso porque no início, não sabemos direito como pegar o sax, como manusear, e frequentemente riscarmos o instrumento, até mesmo provocamos peqenas batidas que amaçam o sax... e fazer isso com um instrumento tão caro, é no mínmo uma judiação.
Assim, existem no mercado saxofones muito bons, com timbre, Mecânica e afinação perfeitos, mas, pagando muito menos.

Não sou vendedor, mas tenho experiência por ter tocado em muitos saxofones, meus e de meus alunos.
E baseado nessa experiência quero sugerir alguns Saxofones.

Para iniciar os Estudos recomendo o Saxofone Alto.

Estude o mesmo até dois anos, e ficará mais fácil aprender outros saxofones depois.

Se você deseja começar pelo Tenor, Soprano isso é possível, mas desde que seu professor, também estude com esse sax juntamente com você, pois você precisa ter a referência de som, timbre do sax que está aprendendo.

 

Saxofone Alto


Os saxofones que vou mostrar aqui, são Saxofones que já toquei por serem meus, ou pertencerem a meus Alunos. 

 

Alguns deles, são Fabricados na China. Mas com uma ótima qualidade de montagem, mecanica e afinação.

Lembre, que o Iphone e tantos outros equipamentos, são fabricados na China. Na China, temos um industria de Primeira, Segunda e Terceira Linha ... as vezes até quarta, Sexta. Cuidado com isso.

Outros Saxofones Chineses, não indico, já toquei em alguns que não afinam de jeito nenhum cuidado!

 
Wing Saxofones
 

Este SAXOFONE é baseado em um dos melhores Saxofones já produzidos no mundo. 
Instrumento legalizado (nada de contrabando) ... tudo com Nota fiscal como deve ser.

 

 CONHEÇA A HISTÓRIA

DO SAXOFONE WING AQUI  

https://www.landersax.com/blog/saxofone-wing-a-historia/1

 

O preço dele devido ao seu Lançamento como O Melhor Custo Benefício do Mercado Brasileiro

Se tem interesse, entre em Contado com Wellington Alves no Wahtssapp da página www.saxshop.com.br
Wahtssapp  11  98498 -  5638


Após o período de Lançamento só Deus sabe por quanto vão vender esse sax. 
 

Adquira aqui

http://saxshop.com.br/sax-alto/saxofones/saxofone-alto-wing.phtml

 

Veja, Ouça a Execução dessa Música de Auto Nível,

Ela exige uma precisão Enorme seja do Músico,

seja do Instrumento... Ouça e Valie.


Veja todos os Saxofones Wing

Soprano Tenor Baritono Alto


 

UNBOXING  TENOR WING

por um Aluno

 

AULA INTEIRA GRAVADA COM
SAXOFONES WING

(ALTO TENOR SOPRANO)

 

 

SAXOFONE

Vermont Paris Provence

 

 

A Versão do Vermont em Bronze é algo incomparável no quesito sonoridade, pois este sax tem um som encorpado e ainda mais centrado que a série Vermont Paris.

 
Chegou no Brasil o Vermont Paris Provence, que é feito com Bronze em sua liga de metal.
Não existe nenhum sax no Mundo que é feito assim.
 
Nunca toquei num Sax com a Sonoridade que esse Vermont Provence emite... nunca, nem meus dois Selmers, nem Yamahas que já toquei, nem Yanagisawas ..  nenhum deles produz o som que esse sax produz. 
 
Veja aqui as fotos desse sax ... que estou falando. Ele é lindo de mais, ..uma cor meio Marron, cor de SINO polido (pois é feito do mesmo material)

Lindo e Som que ele produz nao tem para ninguem.

Vem com tres tudeis feitos exclusivos para ele, não sao os mesmo do outro Vermont Paris ... 
 
O Estojo dele é muito mais bonito, com trava de Senha, por dentro muito mais reforçado ... CAra, o sax é demais mesmo.

 Vermont Paris Provence - www.saxshop.com.br - fone 11   98498 -  5638


 
Bom para comprar o Vemont Paris normal, ou o Vermont Provence, você tem que entrar em contato com o Wellington nesse telefone aqui.. 11   98498 -  5638


 

Dakapo

O Dakapo ( http://saxshop.com.br/a/xxqe ) é um Saxofone inspirado no Selmer Super Action 80 serie II. É um Saxofone muito Barato, de uma Sonoraidade incrível para o preço que ele custa. Mecanica macia, silenciosa e com graves que saem muito fácil.

Fica a Dica de um bom instrumento e muito barato. Pretendo  fazer um Vídeo com detalhes sobre ele, mas não tive tempo, fica um palinha aqui

Ps. é Aluno so Site?
Digite no espaço CUPOM: LANDERSAX e você terá desconto na sua compra.

Dakapo Alto

 

Dakapo Tenor

Ouça que coisa linda, interpretação do Angelo Torres. Lindo. 

Ps. é Aluno so Site?

Digite no espaço CUPOM: LANDERSAX e você terá desconto na sua compra.

 

 

Vermont Paris

O Vermont Paris está na lista dos melhores Saxofones que já toquei em minha Vida.

É um Instrumento Profissional que faz frente aos Selmers, e Yamahas.

O Material é de Primeira qualidade, a mecânica é perfeita, silenciosa e o acabamento é de extremo Rigor e bom gosto. Os "Engravings" (desenhos) são gravados a mão por todo o Saxofone.

Entre em contato com a Saxshop e fale com a Equipe do Comercial (Wellington e Danilo), e diga que é aluno do Site, pois eu consegui esse descontasso para você.

Para assinante do Site, Tem um Desconto grande.

 http://saxshop.com.br/fale_conosco.asp?lang=pt_BR

 

Outra Opção

Conductor Custom by Ivan Meyer

O Saxofone Conductor CUSTOM by Ivan Meyer,
É um sax baseado no Saxofone Yamaha 62.

 

Aliás, se colocarmos um ao lado do outro é dificil no primeiro olhar saber qual é um e qual é outro. Todas as notas saem muito fáceis e com excelente afinação. Mas cuidado, tem conductor no mercado livre que não tem nada a ver com o Saxofone do Ivan Meyer. O saxofone dele você só compra com Ele.

Aqui um Conductor Modelo envelhecido ao lado de um Yamaha 62, faça por você mesmo a comparação

Você compra direto com o Ivan Meyer na www.soprasax.com.br

 

 

Eagles

Eagles. Essa marca quando surgiu no mercado brasileiro não era tão boa assim no tocante a Saxofones.

Mas com o passar dos anos ela ganhou corpo, corrigiu problemas de afinação (Sax soprano por exemplo) e hoje produz saxofones Excelentes também. 

Eu recomendo todos os modelos da Eagle.

Mas dois modelos que me chamaram a atenção pelo timbre, pois realmente é uma sonoridade encorpada, definida.

SA VG 500 http://www.eagle.com.br/e_detprod_sopro.asp?txtID=51 

Esse sax, devido ao acabamento do corpo dele, possui uma sonoridade encorpada, bem definida, diferente dos demais modelos.

ou  SA BGD http://www.eagle.com.br/e_detprod_sopro.asp?txtID=123 

Esse Saxofone tambem tem tambem um acabamento diferenciado no corpo dele que gera uma sonoridade madura, encorpada. Linda.

O Saxofonista Andre Paganeli usa um Saxofone SA BGD
( O saxofonista de óculos)

 

Bom, esses Saxfones são em Conta e São ótimos Saxofones, todos eles são  considerados Saxofones Profissionais.

Os Melhores Saxofones do Mundo São os são os Selmers Paris, Os Yamahas Japoneses, e ainda os Yanagisawas tambem Japoneses.

 

Tome cuidado, pois Selmers os produzidos em Paris, estes são os que estão entre os melhores do Mundo, pois existem Selmer feito nos Estados Unidos, e estes,  os americanizados, são nível estudante).

 

Os Fabricados em Paris, São os Tops, e Caros, são estes os Selmer Balances, Selmers Mark VI, Selmers Super Action 80 series I, II e III, e os References 54, e 36.

Os Yamahas Tops são dois: os Modelos  62 e a  linha 800, pois existem as linhas mais modestas, como a intermediária que são os  400, 32, 36 e a linha estudante os modelos da linha 200, 23)

Selmer (feitos em Paris), Yamahas (Japoneses), e Yanagisaeas (Japoneses) são os melhores Saxofones de todos os tempos, com muita qualidade e Tradição, por isso são tão caros.

 

Mais sobre Sax Estudante X Profissional ?

Clique aqui

http://www.landersax.com/blog/saxofone-profissional-x-saxofone-estudante-/1

 

A Boquilha

Para aprender, use a que vem no Saxofone mesmo, até  1 ano tocando diáriamente. Depois, aqui mesmo no blog, você encontra no Tópico Mínuto do Sax "boquilha para Saxofone Alto" as boquilhas que sugiro para o sax Alto, testei todas, e recomento todas, vai depender do gosto e do Bolso.

http://www.landersax.com/blog/boquilhas/1

 

 

 

Outras Perguntas muito frequentes:

Paguei por Boleto Bancário?

Quanto tempo demora para eu poder ver as Aulas.

O tempo de liberação do acesso tem ocorrido da seguinte forma: pagamentos efetuados por meio de Boleto Bancário, a liberação efetiva no site  pode demorar até 3 (três)  dias úteis. Cartão de Crédito 2 (duas) horas. Cartão de débito 24 (vinte e quatro ) horas.

Mas o prazo que você tem para assistir as aulas (30, 60 ou 90 dias), passa a fruir somente depois que você recebe o link de liberação.

Eu recebo algum material do site na minha casa?

Não. O Bacsh, quando libera o pagamento, às vezes, libera uma frase "seu produto será enviado".

Isso é um erro desse Site que já pedi para mudarem mais de mil vezes. Essa mensagem deve ser entendida como "o acesso está liberado".

Vá ao site, digite então sua senha e e-mail, faça o login e Bons estudos.

 

Posso fazer Download dos Vídeos do Site?

É proibido baixar os vídeos.

Se isso acontecer, o aluno tem o contrato imediatamente reincidido.

E não pode mais acessar o Site, tento O cadastro definitivamente anulado.

Mas não é necessário baixar o Vídeo da Aula.

Sim, isso mesmo. E não precisa baixar o Vídeo porque em cada Aula O aluno pode baixar o PDF com todas as Explicações, e pode baixar todos os MP3 com Áudios do Prof. Lander, e Com áudios Playback para praticar.

Assim, você estuda onde e quando quiser, sem precisar baixar o Vídeos.

E eu conto com a honestidade dos meus Alunos nesse sentido, pois preciso que os mesmos em algum tempo retornem ao site, pois assim, consigo com o valor da "mensalidade" bancar o Site e os gastos que ele gera.

Grande abraço.

 

Eu pagando a assinatura, posso ver todos os Vídeos e todos os módulos?

Sim, pode.

 

Com quantos anos posso começar a aprender Saxofone?

A idade mínima seria entre 6 e 7  anos de idade, pois a criança, nesta faixa etária, já é capaz de compreender muitas expressões do idioma, e já tem uma anatomia mais favorável para iniciar o sopro do instrumento. E ainda, já possui uma capacidade cognitiva para entender o tempo, nome e valor das notas músicais.

A idade máxima, depende da Paixão do Aluno. Tenho alunos que começaram aos 78, 79 anos, e agora com 82 (uma aluna) estão tocando muito bem Saxofone, pois possuem determinação e tempo para estudar.

 

Professor como funciona exatamente o Pagamento e estudar no Site?

Os termos de Uso do site (contrato).

Declaro que estou ciente e concordo com as seguintes condições e termos de uso do Presente Website, a saber: www.landersax.com;

1 - O Site landersax.com não é uma escola de Música. Isso porque, O Professor Lander mora na Suíça, e assim sendo, criou um espaço com o intuito de proporcionar a possibilidade de que pessoas possam revisar, ou aprender técnicas de Saxofone pagando um valor simbólico para a manutenção deste Site. Assim sendo, O Site landersax.com não é uma Escola de Música, pois não há provas, nem lista de presença, bem como emissão de certificados. É simplesmente um ponto de encontro, por meio do qual, O professor, com muita paixão e amor, transmite de uma forma descomplicada e uma Didádica incomparável, seus conhecimentos no que tange ao mundo do SAXOFONE, desde o Zero, até um nível avançado por meio de Vídeos, MP3 e PDF's.

1.1 - É terminantemente proibido o Download dos Vídeos do Site www.landersax.com, a cópia do todo, ou de apenas parte, como também a sua reprodução em qualquer outro local que não o presente Website, ou ainda qualquer forma de gravação destas aulas, sob as penas do artigo 184 e parágrafos do Código Penal Brasileiro. Atenção: Sendo identificado pelo nosso servidor a tentativa de Download pelo usuário, este terá o acesso definitivamente suspenso e o dinheiro não será devolvido mediante a quebra do contrato por parte do usuário.

1.2 - Os Playbacks e PDFs de cada Aula podem (devem) serem baixados, e são de uso exclusivo do Aluno, sendo que apenas este, poderá fazer Download deste Material, dito "Material de Apoio", sendo proibido o compartilhamento de qualquer forma, inclusive em mídias como o Youtube, Facebook, blogs ou qualquer outro site da Rede Mundial de Computadores, sob pena do mesmo artigo supramencionado;

2 - O Website landersax.com possui como objetivo a comercialização da visualização de Vídeo Aulas no site próprio Website, que em hipótese alguma serão enviadas ao interessado, mas estarão liberadas para serem assistidas no Website www.landersax.com, por meio de um link que será enviado ao Usuário após a compensação do Valor pago, pela Instituição Bancária do usuário, ao Bcash.

2.1 - O usuário, não recebe nenhum tipo de mercadoria por Correio, ou qualquer coisa do gênero. São disponibilizados em cada Aula, MP3, e PDF,s com as matérias ministradas, e cabe ao aluno, fazer Download dos MP3, e PDf,s quando e se desejar;

2.2 - O Professor Lander não comercializa DVDs e afins, seja no site ou em qualquer outro lugar;

2.3 - O Usuário, após o Pagamento, e este, sendo recebido pelo Bcash, receberá um E-Mail avisando da liberação do Acesso.

Esse E-mail, contará com um link, por meio do qual o assinante será levado ao Site www.landersax.com, e fará o Acesso ao mesmo,  com o E-Mail e a senha declarados pelo interessado no momento em que efetuou seu cadastro no referido site.

2.4 - Atenção, mesmo com a liberação do acesso ao site, bem como a liberação a visualização dos Vídeos, a figura de um "cadeado" continuará sendo exibida na miniatura dos Vídeos. Isso ocorre, para lembrar o assinante, da Proibição do Download dos mesmos, sob pena de cancelamento do acesso imediato e unilaterial do assinante.

2.5 - O tempo de liberação do acesso ocorre da seguinte forma:

Pagamentos efetuados por meio de Boleto Bancário, a liberação efetiva ao acesso no site  pode demorar até 3 (três)  dias úteis, pois é o tempo que as instituições Bancários tem precisado para repassar o valor efetivamente ao Bcash.

Cartão de Crédito entre 2 (duas) horas e até 24 (vinte e quatro) horas.

Cartão de débito entre 24 (vinte e quatro) horas e até 2 (dois) dias úteis.

Os 60 (sessenta) dias de acesso, ou 90 (noventa) dias de acesso, referem-se tão somente ao desconto, que generosamente o Prof.Lander oferece ao assinante, que adiquire mais tempo de acesso do que os 30 (trinta) dias normais. O Conteudo é o mesmo, seja qual for o tempo de acesso adquirido, a saber 30 (trinta), 60 (sessenta) ou 90 (noventa) dias.

2.6 - O Usuário do site, adquire o direito de assistir as aulas que já estão no site. O Usuário não adquire a expectativa de aulas que possam no futuro serem postadas. O módulo Iniciante está completo (20 Aulas), sendo que não serão postadas novas aulas nesse módulo.

O usuário não adquire vídeos, mas sim, adquire o direito de Estudar no site com os vídeos que já estão no mesmo.

2.7 - O acesso ao Site se dá por dias corridos, e não há como "pausar" o acesso do Aluno em qualquer Hipótese; 

3 - As vídeo aulas são gravadas e dispostas na rede mundial de computadores, assim, em nenhuma hipótese haverá aula em tempo real (ao vivo, Skype ou qualquer meio do gênero);

4 - O site possui enfoque em 3 (três) instrumentos, quais sejam: Saxofone Alto, Saxofone Soprano e Saxofone Tenor,  sendo que para um melhor aprendizado, o interessado deverá seguir a cronologia programada para o curso, porém, ao realizar uma assinatura do Site, O assinante poderá visualizar todas as aulas em todos os módulos seja este Iniciante ou Intermediário,  como bem desejar;

5 - A vídeo aula será liberada ao interessado assim que for verificada de forma automática,  pelo sistema bancário do Bcash, a efetivação do pagamento, e somente a partir dessa data, a vídeo aula estará a disposição do aluno pelo prazo de 30 (trinta) dias corridos, ou 60 (sessenta) dias corridos, ou 90 (noventa) dias corridos, sendo que após esse lapso de tempo,  a licença do aluno expirará, e portanto, não terá mais acesso as vídeo aulas; salvo mediante novo pagamento de acesso. Ao pagar por boleto não é necessário enviar comprovantes ao professor Lander, pois tudo se dá automaticamente.

6 - Para que se tenha melhor visualização e aproveitamento da aula são necessários:

  • - Acesso constante à internet, de preferência banda larga para carregar os vídeos com maior rapidez; e sem travamentos;
  • - Navegador de internet (versão atualizada) com suporte à Flash Player instalado ou HTML5 (qualquer navegador);
  • - Para Smarphones, Ipads, Samsungs, use navegadores como: Opera, Chrome, Mozila.

 

7 - Em nenhuma hipótese o valor pago pela vídeo aula será devolvido, podendo haver compensações caso haja algum problema com a transmissão da mesma;

8 - Poderá haver mudança na forma de pagamento futuros, bem como da transmissão das vídeos aulas a critério do administrador do site sem prévio aviso aos interessados;

9 - Não está sendo comercializado nenhum resultado, vantagem ou garantia, apenas a visualização de vídeo aulas, sendo que o sucesso no aprendizado dependerá única e exclusivamente da dedicação do interessado; 

10 - O Usuário pode entrar em contato diretamente com o Professor Lander via "contato" do site, ou pelo campo de Dúvidas, enviar perguntas ou comentários referente as Aulas do site.

11 de  Fevereiro de 2014. 


Leia mais ›

A IMPORTÂNCIA DO AQUECIMENTO

  O que nós Saxofonistas entendemos sobre este assunto?

Talvez, conhecemos tudo, ... mas realmente praticamos?

Geralmente, "se" fazemos algum aquecimento, pegamos o Saxofone e tocamos algumas notas longas e pronto.

Aquecidos! 


Seria lindo se fosse assim tão simples. 

Evidente, que se apenas vamos tocar uma ou duas “musiquinhas” no quartinho de casa, uma ou outra nota e “pronto”. 

Mas estou falando de uma apresentação em que será requerido tempo de contração muscular e esforço repetitivo.

Muitas vezes queremos tirar o Máximo do Instrumento, mas não permitimos nem ao Sax, nem a nós mesmo que isto aconteça, isso porque ambos entram para a “Batalha” inaptos.

Como resultado, ... notas falhando, som do Sax aquém do que gostaríamos, dedos agindo como se estivessem sob o efeito do sono, pois demoram a responder .

Vi aqui na Suíça, na Casa de Concertos KKL ( http://www.kkl-luzern.ch/navigation/top_nav_items/start.htm ) alguns Saxofonistas experientes fazendo O Aquecimento.



Antes de emitir qualquer som, eles fecham todas as chaves do Saxofone (SIb GRAVE), e sopram sem emitir nota alguma.

Fazem isso por algum tempo, para aquecer todo o Tubo.

Então, vêm as notas longas – da mesma forma que você já conhece.

Acontece que o aquecimento deles não fica apenas nisso. 


Eles começam a tocar rapidamente a escala cromática – tocam notas agudas, e até harmônicos (não me lembro de ter ouvido harmônicos na apresentação), e então começam a executar trechos da música que será tocada na noite.

A regra vale para nós saxofonistas e cantores – se vamos tocar notas agudas durante uma apresentação, e apenas tocamos notas graves no aquecimento, ... isso significa que não fizemos a lição de casa suficientemente.



Pense nisso, e dá próxima vez em que for tocar “pra valer” – gaste uns minutinhos em um Sério Aquecimento.

Você Ganha, e quem vai te ouvir também.

Sugestões em 4 passos:

1 - Sopre o Tubo do Saxofone sem emitir nota alguma.

2 - Dê notas longas - Tocar notas longas nada mais é do que soar por cinco, dez segundos (aproximadamente), cada nota da escala cromatica.

3 - Agora, toque a escala Cromática com ritmo.

4 - E, só agora, Procure executar aquele trecho “tinhoso” da música que você irá tocar na apresentação – (vc vai ver que você e seu Saxofone vão estar preparados para isso).

Finalizo esse Post com as palavras sobre o Tema do Excelente Trompetista Brasileiro Walmir Gil.


Walmir Gil diz:



“O músico jamais deve ignorar o aquecimento, pois uma performance é também uma atividade atlética que, em alguns trabalhos, pode ser considerado até de médio para alto impacto.

Quando tocamos ou cantamos utilizamos centenas de músculos que precisam ser preparados e lembrados em que estarão envolvidos.

Sugiro que se comece com um leve alongamento na região do pescoço e ombros, pois na garganta e pescoço temos vários músculos ligado à língua.

Podemos seguir com, alguns exercícios de respiração, porque a quantidade de ar utilizada para tocar ou cantar difere da que usamos para falar.

Falando da minha rotina: começo com os exercícios de alongamento, depois alguns exercícios de respiração, percepção e, em seguida toco algumas escalas no bocal ou sopro no lide pipe (depende do dia e do meu tempo disponível), aqueço com notas longas, intervalos, flexibilidade, escalas e, finalmente corro para a música!"

(Ana Maria Marinho - Editora Global/Ground).


Leia mais ›

AQUI VOU MOSTAR COMO SURGIU O SAXOFONE

Como todo mundo sabe o Belga Adolph Sax, foi o inventor do Saxofone.

Clique no título acima para ter acesso a página completa e baixar os anexos para ouvir o som dos saxofones.

 

Quando vemos isso, pensamos no Sax Alto, ou Tenor, mas a bem da verdade o cara era fera, ... patenteou 14 diferentes modelos do instrumento.


Vamos, começar pelos clássicos.

Da esquerda para a direita: sax contralto em mib, sax tenor em sib, sax barítono em mib e sax soprano em sib. O soprano é o menor e mais agudo dos quatro, que são os mais conhecidos da família.


Família do Saxofone
 

 

O saxofone foi patenteado por Adolph Sax em 1846 incluindo 14 variações:

1 Sopranino em mib
2 Sopranino em fá
3 Soprano em sib
4 Soprano em dó
5 Alto em Mib
6 contralto em fá
7 tenor em Sib
8 tenor em dó
9 barítono em mib
10 barítono em fá
11 baixo em sib
12 baixo em dó
13 Contra-baixo em mib
14 contrabaixo em fá

Sax Baixo não é o barítono.

Tem o som muito mais grave e poderoso (e menos melodioso) do que o do sax barítono, o sax-baixo é de timbre mais grave que a tuba, e suas notas soam tão graves quanto aquelas emitidas por uma contrabaixo (da família dos violinos) ou um por um contrafagote. E é extremamente belo também no registro agudo. O seu tamanho impressiona. A sua campana é do tamanho da campana do bombardino.

Veja aqui o Baritono e o Baixo juntos:

Soprano em Sib reto, soprano em dó e sopranino em mib reto.



De cima para baixo: sopranino curvo em mib, sopranino reto em mib, soprano reto em dó e soprano reto em sib

Saxofone soprano em sib reto e sax soprillo picollo em sib, uma oitava acima.


Sax subcontrabaixo em sib, também também conhecido como Tubax

Ainda teria os saxofones Tenor em Dó. Esse é um Saxofone que ficou entreo o Tenor e o Alto, inclusive o timbre que passeia por estes dois saxofones. É o chama "C Melody Saxophone".

Ouça aqui o timbre desse instrumento, pela Interpretação genial de Al McLean

 

___________
Referências bibliográficas:
 
http://www.musicaeadoracao.com.br/tecnicos...ia_saxofone.htm
http://www.cpopular.com.br/metropole/conte...51B8BCAAE554347
http://www.jayeaston.com/
http://mnemosina.blogspot.com/2006/11/o-fa...o-saxofone.html
 


Leia mais ›

CONN - A HISTÓRIA DESSES SAXOFONES DE TIMBRE FANTÁSTICOS.

Achei muito interessante a história desse pioneiro e como surgiram os Saxofones.

 


CONN - A História desses Saxofones de timbre Fantásticos.


Leia mais ›

CHARLES GERARD CONN

O nome da figura é: "Charles Gerard Conn" que nasceu em 1844 na cidade de New York.

Ele Tocou sax de maneira apaixonada mas despretensiosa num Clube da cidade de Statten Kornett.

Em 1873, na Guerra feriu seu lábio que tornou impossível tocar sax usando uma Boquilha de Saxofone convencional. Dessa maneira ela acabou produzindo sua primeira Boquilha.
Ao confeccioná-las apresentou a amigos, que gostaram das mesmas. As boquilhas começaram a freqüentar a Roda de amigos do Senhor Charles CONN.

1875 ele perguntou ao francês Dupont, sobre a possibilidade de utilizar sua Oficina, com o objetivo de fazer pequenas reparações em Saxofones.
Conn percebeu após alguns dias de trabalho que ele mesmo poderia construir cornetas.

Ainda em 1875, motivado pelo exito das cornetas, abriu sua própria Oficina em Elkhart (Indiana).

Em 1879, Abriu uma Grande Oficina.

Quase nove anos mais tarde, 1888. Conn torna-se amigo do Francês e Virtuoso Saxofonista Lefebre, e conhece ainda Ferdinand August Buescher.

Os três engrenam a pesquisa e construção de Saxofones.
August Buescher alimentava a idéia de desenvolver um Saxofone Original, pois até então, todos tentavam copiar a Selmer.

Conn é exemplo de persistência. Diz a História, que por duas vezes, quando estava quase por conseguir seu intento, sofreu incêndios, das quais apenas as paredes laterais das Oficinas restaram.

E por duas vezes, ele as reconstruiu ainda mais modernas e maiores.

Enfim, ele criou os Saxofones, os quais no inicio, eram tocados pela Orquestra de John Phillip Sousa (veja http://pt.wikipedia.org/wiki/John_Philip_Sousa ).

Em 1907 aflora no Senhor Conn o desejo de construir instrumentos especiais. Ele cria o que chamou de “Immensophon”. Era uma espécie de “Surdo” “bumbo com dimensões gigantescas. ( http://video.tvlokal.com/video/1165/Gr%C3%...13.06.09+Teil+2 )

Voltando a sobriedade, ela começa a produzir definitivamente os saxofones.

Toda a Família de Saxofones, do Sopranino ao Sax contrabaixo. Surgem os modelos Conn-O-Sax, das F-Mezzo und C-Melodys.

1915 o Senhor Conn vendeu sua firma para um grande empresário conhecido por “C. D. Greenleaf”.

Aqui começa a Nova História da Conn (esses instrumentos fantásticos em Timbre que conhecemos):

Nessa época, Greenleaf procurou o Governo dos Estados Unidos, e ofereceu seus instrumentos a custo baixo, para serem usados nas Escolas deste país.

Aconteceu um “Bumm” nas vendas.

Houve a contratação de pessoal, sendo que em 1917 a empresa possuia mais de 550 empregados, produzindo mensalmente 2.600 instrumentos, sendo destes, 1000 saxofones.

Após a Segunda Guerra Mundial, a Conn passou a produzir apenas os Saxofones Alto, Tenor e Baritono.

Em 1985 a com passou a fazer parte da Chamada „United Musical Instruments Inc.” (UMI), comprando inclusive a “King”. Foi nesse período que produziu seus melhores instrumentos, quais sejam os chamados: " Ladyface ", "Connqueror" e "Connstellation".

A história da Conn é marcada por um nome Julius Stemberg pois ele foi o indealizador dos Chamados Ladyface, Connqueror e Connstellation, bem como seus „engraving„ – inclusive os chamados “Virtuoso Deluxe”.

Após essa data a crítica aponta o declínio da Conn, chegando a chamar seus instrumentos de „catástrofe.“
 


Leia mais ›

ENGRAVINGS

Nos “engravings” dos Conns mais antigos, é possível encontrar muitas informações, tantas que até nos perdemos, ... veja isso como exemplo:

Dec. 14, 1914
1119954
T
222.333

LP



Dec. 14, 1914 É a data de fabricação.

1119954 esse número refere-se a patente dos Tonloch (a chaminé dobrada na borda dos furos do Saxofones)

T significa Tenor. (se encontra um “S” = Soprano –oh Genial, A = Alto).

Mais tarde o T, S, ou A, foi substituido por B (instrumentos em Sib) e E (instrumentos em Eb)

222.333 O número de série.

LP significa „Low Pitch“,

Existe ainda HP für „High Pitch“


 


Leia mais ›

NÚMEROS DE SÉRIE

High Pitched Models

1894 2,000
1895 2,000
1896 2,000
1897 2,500
1898 3,000
1899 3,500
1900 3,900
1901 4,400
1902 5,100
1903 6,700
1904 8,500
1905 9,600
1906 10,800
1907 12,000
1908 13,000
1909 15,400
1910 17,800
1911 21,200
1912 22,500
1913 25,000

Low Pitched Models, High F

1914 30,000
1916 35,000
1917 40,000
1919 50,000
1920 58,000
1921 64,000
1922 83,000
1923 101,775
1924 124,600

Chu Berry's

1925 145,400
1926 167,900
1927 193,450
1928 209,250
1929 224,600
1930 237,800

Cross-over Models

1931 244,700
1932 249,230
1933 256,501

M series

1934 260,000
1935 263,500
1936 271,000
1937 278,000
1938 284,000
1939 285,000
1940 288,300
1941 295,250
1942 304,500
1943 309,250
1944 309,300
1945 310,200
1946 314,000
1947 320,000

Rolled Tone Holes

1948 327,150
1949 332,150
1950 337,250
1951 341,850
1952 341,851
1953 354,742
1954 359,251
1955 500,001
1956 571,750
1957 652002
1958 718626
1959 779657

Feitos no Mexico

1960 834200
1961 898556
1962 949465
1963 C00S0l
1964 C73854
1965 E54106
1966 H31247
1967 K35274
1968 L20454

1969 "M"-Pretix
1970 "N"-Prefix
1971 "P"-Prefix
1972 "R"-Prefix

1976 83000-89496
1977 91314-98992
1978 98993-111820
1979 111821-128691
1980 128692-145001
1981 145002-154753
1982 154954-170073
1983 170074-184336
1984 184337-201207
1985 201208-221243
1986 221244-240141
1987 240142-261465
1988 261466-273178
3811713-3821881
1989 3900000
1990 4000000
1991 4100000


Leia mais ›

A HISTÓRIA DA SELMER

Introdução

Existem aqueles que tocam Saxofones. E existem aqueles que são apaixonados pelo instrumento.
Existe o cara que compra uma Ferrari, este, muito diferente de um “ferrarista”.
Eu toco sax. Mas sou apaixonado pelo instrumento. Respiro saxofone 24 horas por dia.
Na Europa, tem-se acesso a muito material.
Quando estive na Fabrica da Selmer em Paris, trouxe alguma coisa (informação, Material) que só encontrei la.
 


A História da SELMER


Leia mais ›

HENRI SELMER

Henri Selmer nasceu em uma família de músicos, e se você não sabe, ele se formou em música com especialização no Clarinete.

Fabricar Sax, ou tocar Sax, foi um golpe do destino, ou providência Divina.

Em 1885 entre apresentações e cachês, ele montou uma fabrica modesta e pequena, onde desejava fabricar clarinetes.

Só conseguiu engrenar a produção 13 anos depois (1898).

Veja que curiosíssimo.

Após a morte de Joseph Sax em 1894, seu filho Adolphe Edward Sax (o inventor do saxofone), resolveu vender a fabrica de saxofones que não ia nada bem.

Henri Selmer a comprou.

Selmer já produzia saxofones em sua fabrica, mas de maneira muito modesta, cerca de um ou dois exemplares no mês.

Embora produzidos pela Selmer, os saxofones tinham apenas um modelo, que se chamava „sax“.

A partir de 1922 foram lançados a Série "22", o que destacou o Saxofone produzido pela Selmer em todo o Mundo.


Os saxofones produzidos na Selmer, segundo conta a própria Selmer, alcançaram sempre um alto nível de acabamento e profissionalismo que foram tão grandes, que o Saxofones Selmer se tornavam cada vez mais queridos e desejados pelos músicos, sendo seus saxofones, cada vez mais comprados por outras fabricas para serem copiados.

„Kurios ist, dass das Mark VI, für das heute Höchstpreise erzielt werden, damals so erfolgreich
war, weil es eines der kostengünstigsten Instrumente war.
Jérôme Selmer.

“ É curioso o Mark VI, que atualmente tem um preço tão alto devido ao sucesso que teve,
mas em sua época, era um instrumento de preço Popular.”
Jérôme Selmer
.

 


Leia mais ›

VEJA OS MODELOS PRODUZIDOS PELA SELMER

• Protótipo chamado “Sax“
• Modelo 22
• Modelo 26
• Modelo 28
• Super Sax ( diferenciados pelas linhas “New Largebore”, “Cigar Cutter”, “Super”)
• Radio Improved
• Balanced Action
• Super Action
• Mark VI

• Mark VII
• Super Action 80 (Serie I/II/III)
• Reference 36/54

 

Aqui você vê a fabrica da Selmer. É um misto de imagens minhas e imagens da própria Selmer, pois dentro da fabrica não podemos filmar, claro.

Foi um sonho realizado. Encontrei o Jérôme Selmer, filho de Henri Selmer.

Um cara muito simples, humilde e interessado em pessoas. Foi muito bom poder falar com ele.



 


Leia mais ›

Posts anteriores ›

CATEGORIAS

ARQUIVOS

© 2014 Lander Sax. Todos os direitos reservados. Professor Lander